Red Bull Bragantino 1 x 0 Flamengo – Touro volta a vencer após um mês e explode crise na gávea – FALANDO DE FLAMENGO site de notícias do Flamengo

Red Bull Bragantino 1 x 0 Flamengo – Touro volta a vencer após um mês e explode crise na gávea – FALANDO DE FLAMENGO site de notícias do Flamengo


Red Bull Bragantino 1 x 0 Flamengo – Touro volta a vencer após um mês e explode crise na gávea

Após nove jogos, Bragantino volta a vencer, ao superar o Flamengo por 1 a 0, Mauricio Barbieri alivia a pressão no comando do Massa Bruta

Após o apito final, o técnico Paulo Sousa foi vaiado pela torcida rubro negra e permanência é incerta

Categorias:

Por: , 08/06/2022

Red Bull Bragantino vence o Flamengo (Foto: Ari Ferreira/ RB Bragantino) por 1 a 0, na noite desta quarta-feira (8), em Bragança Paulista, pela 10ª rodada do . No estádio Nabi Abi Chedid, o técnico Maurício Barbieri tirou um peso das costas ao voltar a vencer após um mês e escancarou a crise no time carioca. Luan Cândido, de cabeça, marcou o gol da partida. 

Com a vitória, o Red Bull Bragantino quebrou um jejum de nove jogos sem vencer, se afastou da zona de rebaixamento e subiu para o 11º lugar, com 13 pontos. Luan Candido, autor do gol, foi expulso no segundo tempo. A derrota explodiu de vez a crise no Flamengo, o time está em 14º colocado, com 12 pontos, um a mais que o Cuiabá que abre o Z4, colocando em cheque a permanência do técnico português Paulo Sousa.

Luan Cândido marcou o gol da partida (Foto: Ari Ferreira/RB Bragantino)

BRAGA NA FRENTE

Pressionados, o jogo começou quente em Bragança, com jogo truncado com bastante faltas – foram 10 faltas em 15 minutos – , o Bragantino buscava atacar pelos lados e em velocidade, enquanto o Flamengo aproximou suas linhas e tentava encaixar o jogo com Everton Ribeiro, que se revezava entre o meio e os lados do campo para armar as jogadas.

E numa falta de Ayrton Lucas, na lateral do campo, saiu o gol do Red Bull Bragantino, aos 16 minutos, Artur cobrou a falta na área, Andreas Pereira, sozinho na barreira, tentou cortar e a bola sobrou para Luan Cândido, na segunda trave, de cabeça completar para o gol. 

O gol aumentou a confiança do Bragantino que não deixava o Flamengo crescer na partida, apertando a marcação no setor do meio de campo. Saindo pelos lados, o time paulista chegou a balançar as redes com Helinho, aos 27 minutos, que aproveitou o rebote em cabeçada de Praxedes, mas o bandeirinha assinalou impedimento do meia na jogada, confirmado pelo VAR posteriormente. 

O Flamengo até ensaiou uma reação nos minutos finais, primeiro com Gabigol, o atacante bateu cruzado, Cleiton espalmou, mas ninguém do lado rubro negro estava na hora para completar, logo em seguida, Everton Ribeiro cruzou, a bola passou toda extensão da área e Vitinho, sozinho dentro da pequena área, errou o chute, perdendo a grande chance do Flamengo no jogo.

EMPATE COM UM A MENOS

Na volta do intervalo, o Bragantino voltou em cima e quase ampliou com Nathan, aos dois minutos, Helinho cobrou escanteio, o zagueiro revelado pelo time carioca, subiu mais alto e acertou a trave. Após o lance, o time do interior paulista recuou, e viu um pênalti pro Flamengo ser marcado em cima de Andreas Pereira, após revisão do VAR, o penal foi anulado, por impedimento do meia, no início da jogada.

Fechado, o Flamengo não conseguia infiltrar na defesa do Bragantino, que por sua vez, apostava nos contra ataques, principalmente com Helinho e Artur. O jogo continuava pegado com bastante faltas e criava um clima de tensão entre os jogados, em uma das faltas, uma confusão se instalou no meio campo, Luan Cândido se estranhou com Leo Pereira, Matheusinho chegou no bolo empurrando o defensor do Bragantino que acertou um tapa no rosto do lateral rubro negro, no primeiro momento o juiz deu cartão amarelo para ambos, mas após revisão no VAR, acabou expulsando Luan Cândido, deixando o Red Bull Bragantino com um a menos, aos 25 minutos da segunda etapa.

Com um a mais, o Flamengo não conseguia traduzir em chances de gols a superioridade numérica em campo, o time rodava a bola, tentando abrir a zaga do Bragantino que seguia fechada, nos momentos que tinha a posse, o time paulista buscava segurar para passar o tempo. Marinho, que entrou na segunda etapa, aos 45 minutos, arriscou de fora da área e Cleiton fez boa defesa, logo depois aos 49 minutos, foi a vez de Arão cabecear no cantinho, obrigando Cleiton a fazer outra grande defesa, mantendo o empate até o fim. Após o apito final, Paulo Sousa foi bastante vaiado pela torcida do Flamengo presente no estádio.

FICHA TÉCNICA

Red Bull Bragantino 1 0 Flamengo Fase: Única Rodada: 10ª rodada Data: 08/06/2022 Hora: 8:30 pm Arbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO) Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa/GO) e Bruno Raphael Pires (Fifa/GO) Estádio: Nabi Abi Chedid Público: 8.627 pagantes Endereço: Bragança Paulista – SP Renda: R$ 301.700 Cartões Amarelos: Red Bull Bragantino: Helinho Flamengo: Lázaro, Gabriel, Leo Pereira e Willian Arão Cartões Vermelhos: Red Bull Bragantino : Luan Cândido GOLS: Red Bull Bragantino: Luan Cândido 16’/1T Red Bull Bragantino

Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Natan e Luan Cândido; Raul (Jadsom), Eric Ramires (Renan Ramires) e Praxedes (Lucas Evangelista); Artur, Helinho e Ytalo (Hyoran)

Técnico: Maurício Barbieri Flamengo

Hugo Souza; Matheuzinho, Rodrigo Caio (Gustavo Henrique), Léo Pereira e Ayrton Lucas (Filipe Luis); Thiago Maia (Willian Arão), Andreas Pereira e Everton Ribeiro (Marinho); Lázaro (Pedro), Vitinho e Gabriel

Técnico: Paulo Sousa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.