Tolima-COL 0 x 1 Flamengo -Mengão suporta pressão e decisão fica aberta – FALANDO DE FLAMENGO site de notícias do Flamengo

Tolima-COL 0 x 1 Flamengo -Mengão suporta pressão e decisão fica aberta – FALANDO DE FLAMENGO site de notícias do Flamengo


Tolima-COL 0 x 1 Flamengo -Mengão suporta pressão e decisão fica aberta

Desfalcado, Flamengo suportou a pressão do Tolima e venceu por 1 a 0, com gol de Andreas Pereira

Flamengo joga pelo empate no Maracanã

Categorias:

Por: , 29/06/2022

Andreas Pereira marcou o único gol da partida (Foto: Divulgação/Conmebol) suportou a pressão e conseguiu vencer o Tolima-COL por 1 a 0., na noite desta quarta-feira (29). Jogando no Estádio Manuel Murillo Toro, em Ibagué, na Colômbia, pelo jogo de ida das oitavas de final da . O gol de Andreas Pereira, ainda no primeiro tempo e no seu provável último jogo, deu a vantagem do empate para o Mengão no jogo de volta no Maracanã, mas vaga fica em aberto.

O Flamengo jogou desfalcado, com oito jogadores positivados com a Covid-19, não conseguiu se encontrar em campo e segurou a pressão do Tolima praticamente os 90 minutos. Agora os times voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, no Maracanã e um empate coloca os rubro negros na próxima fase.

Flamengo segurou a pressão do Tolima (Foto: Divulgação/Conmebol)

PRESSÃO DO TOLIMA

O Flamengo começou a partida cauteloso, trocando passes tentando se encaixar na partida. Enquanto o Tolima começou a mil por hora, intenso, aos cinco minutos já teve um gol anulado, Caicedo estava impedido. 

O rubro negro estava com dificuldades na saída de bola, quando chegava no meio campo, iniciava a pressão dos colombianos. A bola pouco chegava no Gabigol e o mengo pouco finalizava.

MEGÃO NA FRENTE

Quando conseguiu finalizar, Andreas Pereira acertou o ângulo e marcou um golaço. Aos 16 minutos, o meia finalizou da meia lua, tirando do goleiro que sequer foi na bola. Na comemoração, Andreas extravasou, tirou a camisa e levou amarelo, naquela que provavelmente foi sua última partida com o manto do Mengão.

O gol fez com que o Tolima aumentasse o tom da sua proposta, e quase empatou com Luis Miranda, o meia chutou firme, Santos defendeu como pode e Rodinei chegou antes do atacante e salvou o time brasileiro. Depois foi a vez de Léo Pereira salvar o Flamengo, Santos errou na saída de bola dentro da área, Rovira finalizou e o zagueiro tão contestado, salvou em cima da linha.

O Flamengo estava acuado, tentava trocar passes na tentativa de manter a posse de bola, mas passava do meio campo e já estava desarmado. O mengão não via a hora de ir pro intervalo.

SEM EMOÇAÕ

No segundo tempo as coisas não mudaram, o Tolima seguia em cima e o Flamengo sofria, principalmente o meia Diego, a chegar no ataque. Na defesa, quando exigido, Santos salvava. O tempo passava e os colombiano seguiam na pressão, rondando a área brasileira.

Na reta final, já faltava combustível para o Tolima continuar na pressão, a alternativa eram as bolas levantadas na área. Por sua vez, o Flamengo se fechou na defesa na tentativa de encaixar um contra-ataque para matar a partida. Nem um, nem outro, com uma grande atuação de Santos, a equipe carioca conseguiu segurar a importante vitória fora de casa.

PRÓXIMO JOGO

Os times voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (6), no Maracanã. Antes, o Flamengo enfrenta o Santos, sábado (2), Vila Belmiro, pelo Brasileirão.

.

FICHA TÉCNICA

Tolima (COL) 0 Fase: Oitavas de Final Rodada: 1ª rodada Data: 29/06/2022 Hora: 9:30 pm Arbitro: Jesus Valenzuela (VEN) Assistentes: Jorge Urrego (VEN) e Túlio Moreno (VEN) Estádio: Manuel Murillo Toro Endereço: Ibagué – COL Cartões Amarelos: Flamengo: Andreas Pereira, Gabriel, Diego e David Luiz Tolima: Raziel García e Riascos GOLS: Flamengo: Andreas Pereira 18’/1T Tolima (COL)

Domínguez; Riascos, Quiñónes, Moya e Junior Hernández; Rovira, Ureña (Ramirez), Raziel García (Cataño), Luis Miranda (Melendez) e Lucumí; Juan Caicedo (Michael Rangel)

Técnico: Hernán Torres

Santos; Rodinei (Matheuzinho), David Luiz, Léo Pereira e Filipe Luís (Lázaro); Diego (Ayrton Lucas), Thiago Maia, Andreas Pereira, Everton Ribeiro (Marinho) e Arrascaeta; Gabriel (Pedro)

Técnico: Lucas Silvestre

Confira também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.