STJD não vê lance para expulsão de Gabigol e Arrascaeta e arquiva Notícia de Infração do Athletico – FALANDO DE FLAMENGO site de notícias do Flamengo


STJD não vê lance para expulsão de Gabigol e Arrascaeta e arquiva Notícia de Infração do Athletico

Luiz Flávio de Oliveira foi afastado pela atuação desastrosa na partida

Categorias:

Por: , 29/07/2022

Rio de Janeiro, RJ, 29 (AFI) – A Procuradoria da Justiça Desportiva (STJD) determinou o arquivamento da Notícia de Infração ingressada pelo Athletico/PR contra o Flamengo e os atletas Gabriel Barbosa e Arrascaeta. Em decisão, a Procuradoria destacou que os lances foram punidos com cartão amarelo pelo árbitro da partida e que não foi identificado nos autos a presença das hipóteses descritas no artigo 58-B para denúncia por prova de vídeo. O caso foi arquivado na tarde desta sexta, dia 29 de julho.

Na NI o clube paranaense denunciou possíveis infrações na partida contra o Flamengo, pela Copa do Brasil. No documento, o Athletico pedia a punição de Gabi por agressão praticada em Fernandinho, a punição de Arrascaeta por entrada violenta no adversário Erick e ainda a punição do clube em que os atletas são vinculados. A Notícia foi encaminhada para a Procuradoria da Justiça Desportiva.

STJD rejeitou o pedido do Athletico

NO DETALHE

Após analisar toda a documentação e vídeos juntados, a Procuradoria concluiu pelo arquivamento da NI e lembrou que, em situação semelhante, o Pleno do STJD do Futebol julgou pela absolvição entendendo que não se pode afirmar que o lance tenha escapado da arbitragem uma vez que houve a punição com a aplicação do cartão amarelo.

Além disso, a Procuradoria destacou que na NI não estão presentes as duas possibilidades previstas para denúncias com base no artigo 58-B.

“Também nestes autos não está presente nenhuma das hipóteses autorizadoras elencadas no Parágrafo Único do Art. 58-B do CBJD, eis que ainda que discutível a gravidade das infrações, não há dúvida de que não escaparam da atenção da equipe de arbitragem e nem se tratam de caso de notório equívoco na aplicação das decisões disciplinares. Neste sentido, o pleito merece ser indeferido e consequentemente arquivada a presente Notícia de Infração”, justificou a Procuradoria.

Confira também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.